post

Mantenha a sua empresa dentro do padrão de contabilidade nacional

Para toda e qualquer empresa, a auditoria contábil é de total importância, pois é através dela que surge toda a compreensão do estado financeiro da empresa. Para que esse processo de auditoria venha ser efetivo, então, o empreendedor precisa ter ao seu lado um contador comprometido e eficiente para fazer todo o processo de análise e leitura corretamente.

No momento de análise e estudo, o contador está identificando postura tanto acertadas quanto errôneas da administração da empresa e traçará metas de evolução, que não serão vias de regra, mas dará um suporte para a diretoria e gestão do negócio. Além disso, esse processo prevê se a empresa foi vitima de fraudes ou de alguma forma foi passada para trás financeiramente, seja por algum funcionário, parceiro ou dentro da coleta de impostos. No outro lado da moeda, vai identificar se há alguma irregularidade da empresa de acordo com as normas nacionais de contabilidade.

Para isso, o contador irá precisar ter autonomia para acessar documentos ou qualquer outro tipo de informação legal recorrente aos processo financeiros da empresa.

A auditoria contábil, além de ser um processo obviamente financeiros, pode ser considerado também algo de fiscalização, administrativo e que também corresponde ao setor técnico e ao corpo social da empresa, já que mexe com o empreendimento de uma forma ampla respingando na produtividade de cada departamento.

COMO FUNCIONA A AUDITORIA CONTÁBIL

A auditoria contábil está inclusa num padrão nacional de contabilidade que precisa ser respeitada, passando assim especificamente por uma pesquisa de ambiente de mercado para que o planejamento auditorial seja efetivado, um controle interno da empresa, testes subjetivos e objetivos e, por fim, um relatório feito exatamente por um contador.

Na pesquisa de mercado, o auditor terá que recolher o máximo de informações financeiras possíveis dentro do contexto da empresa. Isso acontece, pois a auditoria precisa ser transparente quanto as resoluções financeiras, bem como a forma com que o resultado foi chego e como ele pode melhorar (ou se está de acordo com o ideal). Depois dessa pesquisa, a auditoria precisa ser planejada e com isso será feito um controle interno por meio de informações e documentações financeiras da empresa.

Por fim, serão feito alguns testes subjetivos e objetivos para confirmar ou discordar na prática as informações levantadas, afim de que a empresa venha ter ganhos melhores financeiros. Tudo isso será feito dentro das normas de contabilidade do Brasil.

Encerrando o processo todo ele será documentado por um contador. O motivo será a transparência, o enquadramento nas normas e também da definição teórica de como a empresa pode ser enquadrar em processos para melhorias financeiras.

BENEFÍCIOS

A auditoria contábil é um processo que beneficia todos os envolvidos no processo contábil, do empresário, a Receita e aos investidores do projeto. Por meio dessa auditoria, todos os pagamentos que não foram devidos serão excluídos do planejamento interno. O que também credibilizará a empresa no mercado, pois ela terá um alinhamento financeiro bem definido com informações detalhadas e verídicas quando e planejamentos mais definidos e próximos do resultado ideal.

Tudo isso além de deixa a empresa dentro dos padrões de contabilidade nacional, pagamento devido de impostos e regulamentação definida em todo esse processo.

A IMPORTÂNCIA DO CONTADOR NO PROCESSO 

Segundo regulamentação dentro da Constituição Federal, o único profissional que pode responder por uma auditorial contábil é o contador. Por isso a sua importância nesse processo, já que ele é o único que pode assinar efetivando a auditoria. É de se deixar claro que o contador é aquele profissional formado por Ensino Superior, ou seja, técnico contábil ou contabilista, por mais que tenha uma boa autonomia profissional é vedado a autentificar uma auditoria contábil.

Além da formação, é necessário que o profissional seja registrado no Conselho Nacional e Regional de Contabilidade, dentro das conformidades de exercício da profissão, fora ter cinco ou mais de cinco anos de experiência e passar e um teste promovido pela Comissão de Valores Mobiliários.

Quanto a competências, o auditor-fiscal de contabilidade precisa estar sempre atualizado e ligado nas constantes mudanças judicias vigentes na legislação nacional.